Sem categoria

Planeje suas Mudanças Comportamentais para 2020

Você já fez seu planejamento para buscar mudanças de performance como líder para 2020?

Temos uma tendência de procrastinar coisas que geram um certo trabalho ou desconforto. Nosso cérebro busca gastar pouca energia para se manter em homeostase ou equilíbrio, sendo assim, tudo aquilo que não está no automático fica mais trabalhoso.

Um bom exemplo para tais procrastinações são os planejamentos. Como líder é muito importante fazer um balanço do que já passou e um novo planejamento profissional

Mas como exatamente fazer isso?

Para alguns líderes, planejar é extremamente fácil, mas para outros não.
Posso exemplificar com uma frase presente nos meus treinamentos: “Você não entende, aqui é diferente, é impossível me planejar, as pessoas me param a todo momento e eu não tenho tempo para nada”.

Se você se identificou um pouco com essa frase é hora de mudar. Um bom líder planeja sua performance profissional e, ao final faz, um balanço das ações que foram positivas e negativas, buscando atitudes corretivas para o próximo ano.

Esse planejamento são de ações de melhoria de performance de líder, portanto, liste tudo que você se propôs a fazer como líder  esse ano que passou. Seguem alguns exemplos: Gastar menos tempo com tarefas de última hora; fazer reuniões mais curtas e objetivas; ouvir e trocar mais informações e ideias com meus liderados; liderar mais e fazer menos tarefas;  planejar o ano etc.

Depois que listou, veja quais ações realmente concluiu e as outras que não se movimentaram e leve então para o planejamento de 2020.

Um ponto importante nessa transição de tarefa de 2019 para 2020 é saber qual o real motivo de certas ações não terem tido seus objetivos alcançados e fazer então, de uma forma diferente, porque provavelmente não foi o caminho certo.

Para planejamento de 2020, faça uma relação de tudo o que você gostaria de melhorar ou mudar em sua liderança para o próximo ano, a fim de gerar melhorias nos  resultados. Exemplos: Dar mais feedbacks positivos; ser menos hostil e mal humorado; organizar a semana focando nas tarefas importantes; monitorar as tarefas urgentes e o motivo que as levaram a se tornarem urgentes; aplicar avaliações de desempenho; se relacionar melhor e com paciência etc.

Depois de listados e adicionados todos os tópicos em ordem de prioridades, é hora de olhar individualmente item por item e pensar na ação corretiva para cada um deles, senão ficará apenas no papel.

Se o primeiro tópico é melhorar o tempo e qualidade das reuniões, é importante definir uma ata, um tempo, uma pauta e as ações individuais com datas definidas e por fim cobrar esses prazos para que não retorne o mesmo assunto na próxima reunião. Provavelmente você irá pensar… ‘impossível, quando começamos uma reunião surgem inúmeros assuntos importantes e gastamos horas para terminar’. Pois bem, você é o líder se posicione e cumpra o esperado.

Caso queira melhorar a hostilidade com a equipe, vale fazer uma análise do dia e perceber em qual momento tal comportamento surge, podendo então se policiar e controlar tais emoções que chegam sem avisar.

Essa técnica simples de realinhamento de performance é de extrema importância para o autoconhecimento e desenvolvimento de liderança, pois ninguém melhor do que nós mesmos para perceber e mudar aquilo que nos atrapalha, basta enxergar.

Se você se conectou ou não com este tema lembre-se, o líder consciente de seu papel na equipe sai em busca de novos caminhos, pois afinal nós não somos seres estáticos.

Marina Bianco

Master Coach em Liderança da Zaros Escola de Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *